GINÁSIO DO COLÉGIO SÃO LUIS
Descrição do projeto

O Ginásio Poliesportivo, com capacidade para 400 pessoas, é resultado de um planejamento realizado e implementado ao longo de 10 anos: um Plano Diretor Arquitetônico visando a modernização integral do Colégio.

O conceito central do projeto é a recuperação de uma relação mais direta com a cidade, tanto visual quanto em termos de uso. A multifuncionalidade dos espaços oferece uma variedade maior de atividades esportivas e culturais fazendo do edifício um equipamento usado intensamente ao longo do dia.

A necessidade de vencer os desafios impostos pelo contexto da construção – preservar a escola funcionado, coordenar a obra com as limitações impostas a construções no centro da cidade -  convergiu para a leveza e a permeabilidade visual pretendida através da opção pela estrutura metálica.

O desempenho do edifício em termos de conforto ambiental também implicou em soluções de projeto que convergiram para a seu desempenho sustentável. O condicionamento térmico do edifício se deu pelo design do sistema de ventilação natural aliado ao tratamento dos vidros low-e da fachada, gerando grande economia pela ausência de sistema de climatização. Da mesma forma, o grande campo de futebol na cobertura contribui tanto para a captação prevista de 60 mil litros de aguas pluviais para reuso como para o sistema de tratamento acústico e térmico do conjunto.

A qualificação do edifício apresenta ainda recursos que permitem várias configurações de uso além das esportivas: uma arquibancada retrátil, geralmente recolhida em dias de aula para que se possa utiliza uma quadra extra dentro do ginásio, conecta o piso da quadra às varandas e acolhe mais de 400 pessoas; um sistema de varas e varandas cenotécnicas permitem a conversão do espaço em uma caixa teatral escura através do içamento de grandes cortinas blackout. Todos esses recursos são controlados a partir de uma cabine técnica implantada em uma passarela elevada, garantindo a excelência técnica dos usos em cada oportunidade

.